GOODNIGHT PUNPUN (OYASUMI PUNPUN) de ISIO ASANO O Punpun tem uma figura que não é particularmente torneada, mas que me f...

A Intelectual Estóica: #2



GOODNIGHT PUNPUN (OYASUMI PUNPUN) de ISIO ASANO

O Punpun tem uma figura que não é particularmente torneada, mas que me fascinou logo nos primeiros quadrinhos da manga escrita e desenhada por Isio Asano. O nome de Punpun é também fascinante para os meus olhos e ouvidos, Onodera Punpun. Onodera, Onodera, Onodera.

A manga faz parte do género SLICE OF LIFE além de também conter no seu cerne muitos outros. Um pedaço de vida, mas que neste caso, é muito mais que uma fatia, é a vida de Onodera que se apresenta aos meus olhos e que me fez sentir com ele o amor, a felicidade, a esperança, o tédio, a angústia, o desespero e a essência da existência, tal qual como ela é, com a sua mistura imprevisível de luz e escuridão.

Punpun fez-me ver o mundo de variadas formas e a sentir a tensão e desespero do amor não recíproco ou do longing por um amor de infância ou adolescência. Ele tanto é um passarinho, como um triângulo ou muitas outras formas, mas não deixa de ser único e fiel a si mesmo, Onodera Punpun.

Posso dizer que li a manga num curto espaço de tempo apesar de ser constituída por 13 volumes um pouco extensos, tal é a imersão e empatia que se sente ao ler a história de Onodera desde a sua infância como passarinho tímido até aos seus 20 anos. Durante vários meses, vi a vida em quadrinhos a preto e branco, li da esquerda para a direita e senti uma afeição especial sempre que avistava um passarinho. Onodera Punpun, I am in love with you.

Por: Intelectual Estóica
IDEIA ORIGINAL: CLÁUDIA ZAFRE & PRISCILLA FONTOURA