Em Moledo há muito que fazer nas horas mortas, tocar guitarra, andar de baloiço, confraternizar com amigos que já não se vêem há muito...

Finalmente os céus se abriram e o Sol raiou no SonicBlast Moledo, abençoando a elevação musical (2019) - 10 AGOSTO (parte 2)


Em Moledo há muito que fazer nas horas mortas, tocar guitarra, andar de baloiço, confraternizar com amigos que já não se vêem há muito, ir à praia, dar mergulhos na piscina, visitar a área reservada ao merchandising. Enquanto no último dia os Giöbia encerram o palco da piscina, no final da tarde os Toundra fazem os últimos ajustes de som para iniciarem o concerto no palco principal.






Giöbia






Já no palco principal os espanhóis Toundra depositaram no ambiente toda a explosão ambígua de sentimentos e sensações presentes na música que fazem. Empolgados e receptivos ao vasto grupo de fãs que já os aguardava, fizeram uma sincera transmissão directa do poder que é tocar ao vivo, mostrando uma das capacidades que a música tem, a de transformar e expandir tudo o que vai na alma, daquilo que se pretende dizer sem recorrer à palavra. Um concerto melodicamente enérgico, carregado de paisagem visual e sonora. Tocaram alguns dos temas do quinto álbum que saiu ano passado intitulado Vortex, sem esquecerem de outros mais antigos como Bizancio. A equipa do Acordes brevemente disponibilizará a conversa que teve com este grupo bem disposto.






Toundra









Toundra

Eis que chega o concerto mais aguardado. O público silenciou. Alguém avista Lichens (Robert Lowe)? Começa o acorde do baixo do Gethsemane e os olhos humedeceram para logo o corpo ser levado até este jardim, o jardim de Gethsemane que se localiza no centro do oriente, onde o silêncio e o sofrimento coabitam. Estava-se prestes a assistir a uma cerimónia litúrgica a céu aberto com os temas que caminham em busca da realização espiritual, sem um dogma definido. O espírito abre-se a qualquer fé, seja monoteísta, seja politeísta, o que interessa é o caminho. Nesse percurso encontram-se várias figuras bíblicas: Nicodemos, Ezequiel, o rei Melquisedeque, João Baptista, Lázaro. As letras são de reflexão pura e dura com o comando magistral do baixo de Cisneros e canto Bizantino. A bateria, metronomicamente com identidade de Emil, encaixa na perfeição. Sempre na intensidade certa com os crescentes rufares, batidas frenéticas nos pratos e silêncios contemplativos. Aqui o baixo e a bateria mantêm um diálogo/namoro permanente e são acrescentadas camadas de samples influenciadas no médio e extremo oriente. Foi para estes lados que viajámos. O sintetizador, guitarra, pandeireta e a tanpura ficaram a cargo de Tyler Trotter que permaneceu concentrado nos seus pensamentos e sensibilidade musical. O concerto de Om torna-nos viajantes solitários e deixa-nos num estado de não retorno, perdidos em civilizações carregadas de história e ensinamentos filosóficos. Todo o concerto foi alimento para o espírito, seja ele ortodoxo ou não. 
As orações foram as seguintes: State of Non-Return, Sinai, Cremation Ghat I & II, Meditation is the Practice of Death, Bhima’s Theme

Neste contexto, a música é o caminho para uma elevação espiritual; há uns que em peregrinação vão a Meca, Jerusalém, Medina, Santiago de Compostela para encerrar uma promessa, e há quem na sua solitude encontre a mais bela das expressões e a mais profunda, a música, essa deusa, que, também, luta contra as suas batalhas interiores.






OM

Esta edição do SonicBlast Moledo fecha com os suecos Domkraft. Como em qualquer festival familiar, a celebração é sempre feita num ambiente de festa. Nestes três dias, viveu-se um espírito heterogéneo e de entre-ajuda que não esquece a sua origem, mantendo-se fiel aos seus princípios e crescendo gradualmente sem querer dar o passo maior que a perna. Definitivamente, as condições meteorológicas não foram impedimento para que os peregrinos dos vários cantos se encontrassem neste epicentro. Verdade seja dita, esta chuva veio para abençoar. Que venha a próxima edição com saúde. 



Domkraft

Texto: SP
Imagem: Rui Mota Pinto
Concertos: Giöbia,Toundra, Om, 
Domkraft
Data: 10 de Agosto de 2019
Locais: Moledo
Festival: SonicBlast Moledo 2019